http://monacoautocenter.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/900399banner1.jpg http://monacoautocenter.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/751179banner15.jpg http://monacoautocenter.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/252330banner1.jpg http://monacoautocenter.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/165624banner8.jpg http://monacoautocenter.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/213840banner7.jpg
  • 0
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
Revisão Preventiva

Localização

Página Inicial Serviços Verificação de Suspensão


Quem pensa apenas na potência ou na aceleração na hora de avaliar o bom desempenho de um automóvel está muito enganado. Toda força do motor é inútil se o m

Read More otorista não conseguir ter o controle sobre o veículo. Por conta disso, o sistema de suspensão se configura como mais uma peça-chave de toda a engenharia automobilística.

É ele que, composto por um conjunto de molas e amortecedores, atenua os solavancos quando o automóvel passa por algum desnível nas estradas. Isso mesmo, o papel da suspensão do carro é maximizar o atrito entre os pneus e o solo, de modo a fornecer estabilidade na direção, proporcionando um bom controle e o conforto dos passageiros.

Seguindo a variedade de modelos de veículos, o sistema de suspensão conta com uma diversidade de tipos. Por exemplo, os caminhões e carros utilitários apresentam a suspensão com feixe de molas, enquanto os veículos de passeio utilizam a de molas em aspiral. Isso sem falar na suspensão independente, geralmente utilizada no eixo dianteiro de todos os veículos, e que proporciona vantagens ao passar por qualquer desnível nas estradas.

"Quando a suspensão não é independente, tem-se um eixo apenas e uma mola na ponta de cada roda. Já na suspensão independente, em vez de um eixo só, tem-se dois meios-eixos e, na ponta de cada um, as rodas. Como resultado, ao passar num buraco, apenas a roda afetada trepida e a outra não. Esta é a grande vantagem", explica o mecânico Marcos Antônio, proprietário de uma oficina especializada em suspensão.

Para manter o sistema de suspensão, garantindo o conforto dos passageiros e evitando prejuízos maiores, se recomenda uma revisão preventiva a cada dois meses ou a cada 15 mil quilômetros rodados. "Geralmente, o pessoal vem à oficina quando o carro está com algum barulho estranho. Mas é sempre bom fazer uma revisão. E como nossas vias são cheias de buraco, é sempre bom visitar o seu mecânico de confiança ou uma oficina especializada. Mas sempre que o usuário do veículo notar um barulho tipo chiado ou estalo, direção puxando ou algum tipo de desconforto, é bom levar para a oficina para que se faça uma análise mais detalhada do possível problema", recomenda Marcos.

Ele ainda alerta para o reforço do sistema de suspensão àqueles que desejam instalar sons profissionais, equipamentos de gás natural e realizar o rebaixamento do veículo. "Estas práticas e alternativas contribuem para o desgaste prematuro dos componentes da suspensão, direção e carroceria, afetando e infringindo as normas de segurança", completa ele.

GILMARA COSTA
Da redação CINFORM
Fonte: Site

 
Dê Sua Opnião
Qual serviço você faz com mais frequência?
 
Notícias Mônaco